Translate

domingo, 11 de maio de 2014

SEGUINDO A TRILHA DOS GIGANTES



“Os nephilins estavam sobre a Terra naqueles dias e também depois. Aqueles eram filhos dos deuses que coabitaram com as filhas de Adão e geraram crianças. Eles foram os poderosos da antiguidade, o povo de Shem.” Gn 6:4; (Tradução livre da versão bíblica Septuaginta).
A primeira menção aos gigantes na Bíblia está no Gênesis 6:4; onde na Septuaginta, usa-se o  termo nephilim de etimologia incerta. Os “nephilins” estavam  em Canaã quando os espias entraram na terra de Canaã (Nm 13:33;). No livro de Jó (16:14;) a palavra gigante aparece como “gibbôr”, que é traduzida por guerreiro em algumas versões bíblicas e poderoso em outras.
A outra palavra para gigante na Bíblia é “rapha” singular e “rephaim”, plural. Os gigantes que os israelitas encontraram na Palestina, são chamados de "rephaim". Diz o texto bíblico:
”Antes habitavam ali os Emins, um povo grande e numeroso, alto como os anaquins; também estes foram considerados como refains, assim como os anaquins; os moabitas lhes chamavam emins. (Dt 2:11,20;)
Os amonitas lhes chamavam de zanzumins. Ogue, rei de Basan (Dt 3:1-11; Js 12:4,5; 13:12;), é citado como último desta raça, o que é uma contradição já que no capitulo 21, verso 15 á 22 do livro de Samuel lemos sobre outros descendentes dos gigantes – Isbi-Benobe, Safe, Golias e o seu irmão Lami (conforme  II Crônicas 20:5;), há também um outro que foi morto pelo irmão de Davi, Jônatas, filho de Siméia.
David e Golias
A expressão terra dos gigantes aparece em Js 15: 8; 17:15; os refains aparecem no livro do Gênesis 14:5; 15:20; O vale dos gigantes também é mencionado em II Samuel 5:18,22; 23:13; I Cr 11:15; 14:9; Is 17:5;
A palavra "nefilim" foi traduzida na vulgata por "gigantes'"mas a raiz dessa palavra é "nefal" que em hebraico quer dizer "caídos". A primeira menção aos gigantes depois do dilúvio será justamente quando Moisés envia os 12 homens que eram os cabeças das tribos de Israel:
"Também vimos ali gigantes, filhos de Anaque, descendentes dos gigantes; e éramos aos nossos olhos como gafanhotos, e assim também éramos aos seus olhos. Números 13:33;"
 Aqui novamente a palavra "gigantes'"é traduzida do termo "nefilim'" Veja, "nefilim" não é um adjetivo originalmente (tratando de identificar o tamanho dos homens que ali estavam), é um substantivo concreto referente a uma raça de seres. A palavra “nefilim” só aparece duas vezes na Bíblia, uma vez em Gn 6 e outra em Núm 13.
Veja que foram apenas os 12 cabeças de cada tribo que foram enviados, digo isso porque alguns tentam forçar que o termo 'gafanhotos' refere-se à quantidade, como se a quantidade daqueles gigantes, pelo contrário refere-se a aparência desses seres que eram muito diferentes, assim como os espias pareciam diferentes para eles, explicando que também não é a questão só da altura mas ao fato de serem uma raça  distinta.
"E infamaram a terra que tinham espiado, dizendo aos filhos de Israel: A terra, pela qual passamos a espiá-la, é terra que consome os seus moradores; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura. Números 13:32;"

Observe que eles viram dois tipos diferentes de seres distintos aqui, em Num 13:32 dizem que havia "homens de grande estatura" e em Num 13:33 diz:
"vimos até mesmo gigantes, filhos de Enac, da raça dos gigantes; parecíamos gafanhotos comparados com eles."
vimos até mesmo gigantes, filhos de Enac, da raça dos gigantes; parecíamos gafanhotos comparados com eles."

Números 13:33
vimos até mesmo gigantes, filhos de Enac, da raça dos gigantes; parecíamos gafanhotos comparados com eles."

Números 13:33
vimos até mesmo gigantes, filhos de Enac, da raça dos gigantes; parecíamos gafanhotos comparados com eles."

Números 13:33

A gravura mostra Dario junto com soldados persas dominando líderes de comunidades rivais. A diferença de altura entre eles é tão notável que parece até que seus subjugados eram anões.
Há boatos de que quando Alexandre Magno invadiu Persépolis e tomou o trono, seus pés ficaram balançando ao ar como os de uma criança.

É muito claro que os gigantes e os nefilins são distintos devido a palavra "também" no começo do versículo 33. Então qualquer possibilidade de os gigantes (nefilins=caídos) de Gen 6 serem relacionados à possível linhagem 'piedosa' de Sete está totalmente descartada, devido ao termo relacionar a uma classe de seres que habitavam aquele local, e que existiram antes e depois do dilúvio. O termo "Nefilim" é usado unicamente em Gen 6 e Num 13:33, possivelmente por se tratar dos primeiros descendentes desses “anjos decaídos”, os IGIGI. 
Outras passagens:

"Também essa foi considerada terra de gigantes; antes nela habitavam gigantes, e os amonitas os chamavam zamzumins; Um povo grande, e numeroso, e alto, como os gigantes; e o SENHOR os destruiu de diante dos amonitas, e estes os lançaram fora, e habitaram no seu lugar;” Deut.2:20-21;"
A tradução é até redundante quando diz: "Um povo grande, e numeroso, e alto, como os gigantes;" Enquanto na realidade o versículo faz uma comparação entre os Raphaim e os Anaquim!
"Os Emins dantes habitaram nela; um povo grande e numeroso, e alto como os gigantes. Deuteronômio 2:10;"

Outras traduções:  
"Os Emins dantes habitaram nela; um povo grande e numeroso, e alto como os Anaquins. Deuteronômio 2:10;"

"Também estes foram considerados gigantes como os Anaquins; e os moabitas os chamavam Emins. Deuteronômio 2:11;"

O versículo 11 deveria ficar algo como:
"Eles eram considerados Rephains, como os Anaquins; e os moabitas os chamavam Emins".
Então aqui temos uma pequena classificação desse povo de alta estatura, os Rafaim, Emin e Anaquin.


Os tipos de gigantes descritos , seja os emins, refais, zamzumins... são na verdade o resultado da mistura entre os ANUNNAKI e as mulheres humanas, conforme relatado, e note que nas referencias aos Anaquins, eles são citados como uma referencia, um comparativo, veja: "Também estes foram considerados gigantes como os Anaquins; "ou ainda, "Os Emins dantes habitaram nela; um povo grande e numeroso, e alto como os Anaquins.” Isso porque eles foram os primeiros gigantes, os originais ou seja os Anunnaki...     

Anaquins = Anunnaki e Enac=ENKI

Referências na Bíblia e Livro de Enoque sobre “gigantes”

“Quando naqueles dias os filhos dos homens se multiplicaram, suas filhas nasceram elegantes e belas. E quando os sentinelas, os filhos do céu, contemplaram-nas e ficaram enamorados, dizendo uns aos outros: Vamos, escolhamos para nós esposas entre a progênie dos homens para com elas gerarmos crianças. Tomaram esposas, cada um escolhendo a sua. Aproximaram-se delas e com elas coabitaram, ensinaram-lhes feitiçaria, encantamento e as propriedades das raízes e árvores. As mulheres deram á luz aos gigantes, cuja estatura atingia trezentos côvados. Eles comeram tudo que havia sido produzido pelo trabalho dos homens até que se tornou impossível alimentá-los. Quando voltaram contra os homens para devorá-los.” Enoque 7:1-2,10-13;
“Como os homens começaram a multiplicar-se sobre a Terra e lhes nasceram filhas, viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram. Havia naqueles dias gigantes na Terra e
também depois, quando os filhos de Deus conheceram as filhas dos homens, as quais lhe deram filhos. Estes foram valentes, homens de renome que houve na antiguidade”. Gn 6:2,4;

Hercules, semideus
O interessante, é a afirmação de que, esses filhos, foram os valentes e homens de renome da antiguidade, oque se encaixa com as historias gregas, sobre os seus heróis, os semideuses, que eram filhos de deuses com mulheres terráqueas, e estes também eram os heróis da antiguidade , Hercules, Perseu, Aquiles, dentre outros tantos.




“Matou também um egípcio, homem de grande estatura, de cinco côvados.”
I Crônicas 11;23;  
“Eu destruí o amorreu diante deles, não obstante sua altura ser como a dos cedros e sua força como a dos carvalhos.” Am 2:9;
Havia gigantes no Egito? O historiador romano Flávio Josefo relatou em 79 DC ,tais seres na história da Guerra dos Judeus: "Havia gigantes. Muito maior e em forma diferente do que as pessoas normais. Terrível de se ver. Quem já não viu isso com meus próprios olhos, não posso acreditar que eles foram tão imensos. "
Dedo mumificado encontrado no Egito, aproximadamente 40 centimetros

Filhos dos Deuses

A expressão “bene Elohim”, corretamente traduzida por “filhos dos deuses”, já que a palavra Elohim, que é erroneamente traduzida por “Deus”  pela teologia cristã ortodoxa, na verdade  está no plural, e logo o seu significado seria “deuses” e não deus, oque explica por tanto, o erro de concordância gramatical de Genesis que diz: “E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança;... Gênesis 1:26”.
Se deus estava criando sozinho o homem, porque ele diz Façamos?  O correto seria então dizer: “farei o homem a minha imagem” e não “a nossa imagem!
Oque confirma mais uma vez as tábuas sumérias, onde afirma que, um grupo de três “deuses” criaram os homens.

Muitos viam esta expressão,”filhos de deus” como uma referência aos filhos de Sete, todavia, é um claro equivoco, mas é compreensível que pensassem assim pois, caso contrário,  teriam que alterar totalmente a sua concepção teológica. A tradição dos cananeus também usa o termo filhos de Deus (banu ili ou banu ili-mi)  nos  textos que datam do 14º século antes de Cristo. No panteão cananeu os filhos de Deus são do deus principal El e sua esposa Asherah. Há também referências a expressão em inscrições fenícias do século 7º  e 8º  a.C., e numa inscrição amonita do 9º século encontrado em Aman, Jordânia. Estas tradições, mais antigas que os hebreus, podem ter sido a origem  desta expressão. Sugiro a você que leia e baixe, os livros do Autor e historiador Zecharia Sitchin. Onde há muita informação sobre o assunto, e se você tem alguma duvida, pesquise, leia a bíblia com atenção, e veja que os relatos se completam em si!

Gigantes

                      
                   Pegada gigante encontrada em Suazlândia, antes chamado de ABZU pelos Anunnaki

“Porque não há coisa oculta que não haja de manifestar-se, nem escondida que não haja de saber-se e vir à luz.”

4 comentários:

kassion kardoso jorge disse...

um planeta que tem quase a idade do universo ja deve ter de tudo o problem e encntrar vestigios como encontramos dos dinosauo

Manoel Verissimo disse...

quando Deus disse:façamos o homem,estava presente o filho (cristo)e o Espírito Santo;daí o porque "façamos"

Anônimo disse...

Quando o Eterno disse: Façamos o hommem a nossa imagem, estavam presentes únicamente o Pai e o filho pois o espirito santo, é nada menos que o espirito do pai e do filho, são somente duas pessoas e não três.

Marcos Cohen disse...

Manoel Veríssimo tentou enfiar guela abaixo a doutrina posterior da "trindade Católica" nesta página de um artigo tão bom. Vem sujar a página com doutrina pagã. Esta página fala sobre Gên 6 e quem eram os "filhos do[ verdadeiro] Deus" e não sobre PNEUMA HAGIOS (espírito santo). Vandalizar e pregar baboseiras emprestadas do paganismo é um hábito de quem não tem estudo sério.